Hoje postamos aqui uma entrevista que fizemos com a nova professora do Teatro Escola de Porto Alegre, a atriz e diretora de teatro Gina Toccheto, que depois de oito anos morando e dando aulas em Portugal, na renomada Companhia do Chapitô, volta a Porto Alegre, e nos conta um pouquinho da sua jornada artística até aqui.A entrevista foi realizada via e-mail quando Gina se preparava para embarcar para o Brasil na metade de Agosto.

Gina está ministrando aulas na turma do curso “Experimentos em Teatro” e “Oficina de Iniciação Teatral” as segundas-feiras a noite.

 

 

Blog do TEPA: Como é tua trajetória no Teatro?Começou em Porto Alegre?

G.T: Comecei em Santa Maria, aos 14 anos, fazendo parte do recém criado grupo de teatro do colégio Santa Maria. Logo depois ingressei na Faculdade de Comunicação e comecei a trabalhar com profissionais do teatro em Santa Maria, como o Alexandre Kieling e a Fátima Marques. Fazia parte também de um grupo de teatro amador que pesquisava a obra do dramaturgo gaúcho Qorpo-Santo e fazia intervenções performáticas na cidade e no campus da UFSM.Achava que a atividade teatral poderia ser um hobby. Quando percebi que era a minha opção principal de vida, mudei-me para Porto Alegre e ingressei na Faculdade de Teatro da UFRGS. A partir daí começou a minha atividade profissional em teatro como atriz e professora e, agora também, como diretora. Assim trabalhei em São Paulo e em Portugal. Em Lisboa continuei estudando e concluí o mestrado em Estudos Teatrais.

Blog do TEPA: Qual era teu sonho de infância, o que tu pretendeu ser na vida quando era criança e depois adolescente?

G.T: Eu tive dois sonhos.  Ambos realizei e continuo a realizar. O primeiro era dançar. Cursei ballet na infância e adolescência e canalizei o interesse pela dança como pesquisadora da expressão corporal, em nível prático e acadêmico. O segundo era “Conhecer o Mundo através do Teatro”, não só no sentido geográfico, mas também no sentido humano. Estou a realizar este sonho desde que assumi a profissão.

Blog do TEPA: Como foi parar nas Artes Cênicas?

G.T: Naturalmente. Por vontade e decisão.

Blog do TEPA: Dos diretores que trabalhou aqui no Sul, qual tu identifica um trabalho que tu seguiste e que trouxe um bom aprendizado para tua trajetória artística?

G.T: A referência forte como diretor foi o Irion Nolasco, que junto com a Maria Lúcia Raymundo, marcou definitivamente minha carreira como atriz. Desta ligação se segue a parceria com a Daniela Carmona, que dirigiu a Besta-Fêmea, um projeto que sintetizava a experiência que ambas tivemos na pesquisa universitária sobre o trabalho do ator e ao mesmo tempo antecipava nossas tendências individuais como artistas.

Blog do TEPA: O que te fez querer sair de Porto Alegre?Mudar pra outro lugar?Já tinha em mente a Europa?

G.T: Eu tenho um grande senso  de aventura e curiosidade. Quis experimentar como seria a vida como atriz no centro do país, no maior mercado de trabalho nesta área, àquela época: São Paulo. E, como tenho dupla nacionalidade, sou ítalo-brasileira, também tinha o sonho de viver e trabalhar na Europa, por uns tempos.

Blog do TEPA: Tu te formou no DAD (Departamento de Artes Dramáticas da UFRGS). Como a faculdade foi importante no teu trabalho como professora  de teatro?

G.T: Foi fundamental. Tive excelentes professores e participei da pesquisa extra-curricular “A Utilização das Energias Corporais no Treinamento do Ator” orientada pela Maria Lúcia Raymundo e pelo Irion Nolasco. Esta última experiência formatou minha abordagem como professora de teatro.

Blog do TEPA: Sei que em Portugal você ficou anos trabalhando na Companhia do Chapitô.Fala sobre essa experiência?

G.T: Foi como cair de pára-quedas no lugar mais adequado ao meu estilo profissional. Uma Companhia que valoriza o trabalho de equipa, o jogo como abordagem para a representação, a linguagem corporal e o humor. Foi outra escola teatral, pois como atriz e diretora tive oportunidade de aprofundar a pesquisa da linguagem corporal, limando os excessos formais à procura do gesto justo. E diverti-me muito trabalhando.

Blog do TEPA: Você deu aulas em Portugal?Interpretação apenas ou outras técnicas?

Nos lugares em que morei, sempre exerci as atividdes profissionais que comecei no RS: no RS eu atuava, dava aulas, trabalhava com a linguagem audio-visual, estudava e dirigia. Assim foi em São Paulo e assim foi em Portugal.Em Portugal descobri outra paixão profissional – a dublagem. Em Portugal dei aulas de interpretação, expressão corporal e expressão dramática no CHAPITÔ, no FÓRUM-DANÇA, na CULTURGEST, na IN-IMPETUS e para grupos de teatro. Ultimamente estava a trabalhar também na formação de professores de escolas.

Blog do TEPA: Feliz com o convite do Teatro Escola de Porto Alegre e por poder ministrar teus conhecimentos novamente aqui? Já conhecia o TEPA?

Sim. Primeiro, porque considero o TEPA uma excelente escola de teatro. Já dei aulas nesta escola antes de ir para São Paulo. Segundo, porque vou retomar o trabalho com duas amigas e colegas que muito admiro, a Jezebel de Carli e a Daniela Carmona, dois “motores” de criação e inovação teatral.

Blog do TEPA: E o que espera encontrar nos alunos gaúchos que vão iniciar os cursos com você?Pode adiantar a forma que está pensando de dar sua aula aqui no TEPA?

Faz já 13 anos que não dou aulas em Poa, estou curiosa para conhecer a atitude dos estudantes de teatro desta cidade em 2011.Especificamente no TEPA, já sei que estão iniciados na abordagem psico-física para a interpretação, pois conheço os seus mentores: A Daniela, o Adriano, a Jezebel. A verdade é que ainda sem estar lá, já sinto-me em casa. Eu tenho o meu estilo como formadora, mas isto será adaptado aos objetivos gerais da escola e aos conteúdos das disciplinas a ministrar. Na montagem de fim de curso, trabalharei em parceria com a Jezebel, o que implica a retomada de uma cumplicidade, já iniciada via internet neste momento.

 

 

This entry was posted in Novidades by tepateatroescoladeportoalegre. Bookmark the permalink.

About tepateatroescoladeportoalegre

TEPA Teatro Escola de Porto Alegre é um Centro de Produção, Pesquisa e Formação Cultural fundado em 1996. Desde sua fundação, tem produzido espetáculos que se diferenciam pelo valor artístico no panorama cultural do Rio Grande do Sul. O TEPA viabiliza e apoia produções de espetáculos profissionais, montagens de conclusão de cursos de sua própria escola e atividades de cunho cultural, como o fomento a grupos de pesquisa em linguagens de estilo, eventos para empresas e produções ligadas ao cinema e à televisão. Qualifica novos atores através do Curso de Formação, que possibilita ao aluno providenciar seu REGISTRO PROFISSIONAL provisório através do SATED/RS - Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão, uma vez que este obtenha avaliação positiva frente à Banca Examinadora, no final do curso. Para obtenção do Registro Profissional definitivo é necessário cursar o Nível Avançado - Estilos de Interpretação Teatral. Oferece ainda a alternativa de aperfeiçoamento com o seu Curso de Estilos de Interpretação Teatral (único no Brasil), desenvolvido e coordenado pela diretora e sócia fundadora do TEPA Daniela Carmona. O TEPA também amplia as possibilidades de atuação no mercado com a introdução em seu currículo de disciplinas voltadas para o exercício da interpretação em rádio, tv e cinema. Também oferece Oficinas Permanentes, que servem como complementação curricular ao núcleo formador da escola: Cenografia, Dramaturgia, Dança Contemporânea, Expressão Vocal para Rádio-Cinema-TV, Maquiagem, Produção Cultural, Teatro-Terapia, além dos núcleos TEPA Infantil e Pré-adolescente. Também promove oficinas de artistas de outros estados e do exterior. Enfim, um espaço que propicia o desenvolvimento de projetos e oficinas permanentes para os pesquisadores e interessados na linguagem teatral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s