TEATRO GEOGRÁFICO estreou O MAPA_Cristovão 400,nas dependências do TEPA, dando início ao “Projeto Assentamento Cultural 2011”

Foto de Luisa Mendonça


Pesquisar configurações dramatúrgicas para espaços diversos, tais como casas, apartamentos, terraços e ruas, sejam largas, estreitas, curvas, longas é o que move uma galera que faz das artes cênicas mais do que apenas um momento de decorar um texto e ter uma idéia interessante para a montagem de determinada obra ou improvisação sobre um tema. Temos visto aqui em Porto Alegre, especificamente, uma busca pelo algo diferente, por outras cartografias geográficas e espaciais na arte teatral. E isso advindo de uma geração jovem e nova no cenário do teatro gaúcho, movimento que pode ser descrito como tendo um dos embriões desde o final dos anos 90 com o grupo Falus& Stercus e muito antes de forma mais isolada com a criação da Terreira da Tribo pelo grupo Oi Nóis Aqui Traves, transformado seu espaço sede num mote protagonista para a linguagem da encenação pretendida com o texto ou tema.

Com uma idéia dentro dos preceitos falados anteriormente, é que esteve em cartaz na cidade o espetáculo O MAPA_Cristovão 400, da Cia.Teatro Geográfico, também dando início ao projeto ASSENTAMENTO CULTURAL TEPA, onde os grupos Teatro Geográfico e Cia.Etcetaretal e o “Coletivo 3 em 1”, formado pela Palco Aberto Produtora e a Ato Espelhado Cia.Teatral, ocuparão o velho casarão da Cristovão Colombo com produções cênicas, oficinas, saraus,seminários, leituras e um leque de atividades diversas que vem  somar com a produção educacional e proposta artística da Escola .

A pesquisa do grupo Teatro Geográfico surgiu a partir da montagem dos espetáculos “PERU,NY – A morte de Steven Adinoff por quem não o conhecia” “Mapa_prédio 255”. O primeiro espetáculo realizou temporada na Galeria e Espaço Cultural La Photo. O segundo trabalho utilizou como espaço de representação os dois prédios que compõem o curso de teatro do Departamento de Arte Dramática da UFRGS.

O espetáculo “O Mapa_Cristovão 400” mostra-se ousado, dentro da  proposta diferenciada de encenação. Utilizando como base textos literários, os espetáculo cria uma dramaturgia própria, a partir de uma relação dramaturgista – ensaio- obra literária. A obra literária, sob essa ótica, serve somente como fio condutor narrativo e mote criativo para os ensaios. O resultado é uma visão e ótica própria do grupo sobre a obra em questão, a partir dessa relação: obra literária – espaço – grupo.

Além da temporada normal de três finais de semana, entre 02 e 17 de Abril, sábados e domingos, com ótima afluência de público, a montagem fez mais duas apresentações no feriado de Páscoa, dias 21 e 22/04, com fila de expectadores que dobrava a esquina.Uma pena que são apenas vinte lugares na concepção da montagem. Mas da um orgulho para nós do TEPA ver que depois de muito tempo sem temporada de espetáculos profissionais, voltamos com força total, levando uma boa quantidade de pessoas a assistir a uma montagem de um grupo novo na cidade, com atores de promissor talento e com vontade de nos trazer uma encenação com idéias e uma linguagem instigante e prazerosa de estar assistindo.Vida longa a Cia.Teatro Geográfico.

E NÃO PERCAM A NOVA TEMPORADA DO SEGUNDO ESPETÁCULO DA CIA. EM CARTAZ NA GALERIA LA PHOTO, “PERU/N.Y.” .

Estreia dia 29 de abril. Sextas, sábados e domingos às 20h.
A Galeria La Photo fica na Travessa da Paz, 44, próximo ao Brique da Redenção.
This entry was posted in Novidades by tepateatroescoladeportoalegre. Bookmark the permalink.

About tepateatroescoladeportoalegre

TEPA Teatro Escola de Porto Alegre é um Centro de Produção, Pesquisa e Formação Cultural fundado em 1996. Desde sua fundação, tem produzido espetáculos que se diferenciam pelo valor artístico no panorama cultural do Rio Grande do Sul. O TEPA viabiliza e apoia produções de espetáculos profissionais, montagens de conclusão de cursos de sua própria escola e atividades de cunho cultural, como o fomento a grupos de pesquisa em linguagens de estilo, eventos para empresas e produções ligadas ao cinema e à televisão. Qualifica novos atores através do Curso de Formação, que possibilita ao aluno providenciar seu REGISTRO PROFISSIONAL provisório através do SATED/RS - Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão, uma vez que este obtenha avaliação positiva frente à Banca Examinadora, no final do curso. Para obtenção do Registro Profissional definitivo é necessário cursar o Nível Avançado - Estilos de Interpretação Teatral. Oferece ainda a alternativa de aperfeiçoamento com o seu Curso de Estilos de Interpretação Teatral (único no Brasil), desenvolvido e coordenado pela diretora e sócia fundadora do TEPA Daniela Carmona. O TEPA também amplia as possibilidades de atuação no mercado com a introdução em seu currículo de disciplinas voltadas para o exercício da interpretação em rádio, tv e cinema. Também oferece Oficinas Permanentes, que servem como complementação curricular ao núcleo formador da escola: Cenografia, Dramaturgia, Dança Contemporânea, Expressão Vocal para Rádio-Cinema-TV, Maquiagem, Produção Cultural, Teatro-Terapia, além dos núcleos TEPA Infantil e Pré-adolescente. Também promove oficinas de artistas de outros estados e do exterior. Enfim, um espaço que propicia o desenvolvimento de projetos e oficinas permanentes para os pesquisadores e interessados na linguagem teatral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s